sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

O que acontece quando os meus amigos descobrem que sou produtor de eventos :)

produtores de eventos

Treinamento no Rio para profissionais de eventos terá certificação internacional

profissionais de eventos

Um treinamento especialmente voltado para os profissionais de eventos, o CPM Training Program, será realizado nos dias 28 e 29 de abril no Hotel Hilton, no Rio de Janeiro. O CPM é reconhecido pelo Convention Industry Council (CIC) e vem sendo promovido pela Associação Brasileira de Empresas de Eventos (ABEOC) e a Federação de Entidades Organizadoras de Congressos e Afins da América Latina (COCAL).

As aulas presenciais serão ministradas pelo CEO da Global Meetings & Tourism Specialists, Eduardo Chaillo. As inscrições estão abertas no site www.pcma.eventize.com.br, e os associados da ABEOC têm desconto especial.

Trata-se, sem dúvida, de uma interessante oportunidade de aperfeiçoamento profissional para aqueles colegas que:
  1. Morem no Rio ou possam se deslocar até lá na data marcada;
  2. Consigam arcar com os custos do evento;
  3. Entendam inglês, pois as palestras serão ministradas nessa língua, sem tradução simultânea.  :(
Conteúdo do Treinamento: Strategic Planning; Project Management; Risk Management; Financial Management; Human Resources; Stakeholder Management; Meeting or Event Design; Site Management; Marketing; Professionalism.

quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

Não há crise no mercado de eventos para os profissionais qualificados

coordenador de eventos
Foto do autor: Casamento de Rebeca e Toufic

A crise pela que o Brasil vem atravessando tem afetado o mercado de trabalho de forma sensível, aumentando o desemprego e congelando e até reduzindo salários e outras remunerações por serviços prestados. Isso vem acontecendo em praticamente todos os setores da economia, e o mercado de eventos não é alheio a essa realidade.

Até quando essa situação vai perdurar? Ninguém sabe ao certo. Muitos eventos previstos para 2016 estão sendo cortados, e a maioria dos que serão realizados terão seus orçamentos reduzidos. Isso vem sendo observado não apenas para eventos governamentais, mas também corporativos, sociais e culturais, e inclusive eventos esportivos, mesmo em ano de Olimpíadas.

Mas independente das dificuldades atuais os eventos não param de acontecer, embora em menor número e com os seus custos reduzidos. O mercado tem se adaptado, se tornando mais seletivo na hora de contratar os seus prestadores de serviço. E uma realidade pode ser constatada: não há crise no mercado de eventos para os profissionais qualificados.

Trabalho em um centro de convenções e observo no dia-a-dia a dificuldade de muitos organizadores de eventos em contratar profissionais com o perfil adequado e as habilidades necessárias para os serviços que precisam realizar.

Sim, esses organizadores encontram dificuldades pra encontrar profissionais competentes mesmo em meio a tanta gente procurando emprego em época de crise. Faltam, infelizmente, profissionais melhor qualificados no nosso setor de eventos. Isso, na minha opinião, é uma triste realidade que podemos e devemos mudar.

Leia também: O perfil do profissional de eventos (I)